Informação e conhecimento causam inovações que transformam vidas

Registro Online de Situações de Violências nas Escolas

ROVE

O ROVE é uma solução desenvolvida a partir da necessidade de centralizar, sistematizar, mensurar, processar e avaliar as situações de violências que ocorrem dentro e fora do ambiente escolar. Essa ferramenta permite, segundo a personalização, estruturar um instrumento que seja aderente à realidade de cada uma das escolas beneficiadas, facilitando a coleta de informações sobre a dinâmica das violências nas escolas, armazenando, de forma estruturada, variáveis de contextualização desse complexo fenômeno social, enriquecendo, assim, o processo de análise e de tomada de decisão de gestores públicos e/ou privados da educação e da segurança em prol da construção de estratégias integradas de prevenção das violências e de promoção dos direitos das crianças e dos adolescentes.

http://rove.net.br
Bairro Seguro

BAIRRO SEGURO

O Bairro seguro é uma plataforma única que integra moradores, empresas de vigilância e prestadores de serviço, tudo através de aplicativos de solicitação e de atendimento aos chamados. Veja as vantagens de utilizar o Bairro Seguro, de acordo com o seu perfil.

http://www.bairroseguro.com
Censo de Ações Municipais de Segurança Pública

CENSO DE AÇÕES MUNICIPAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA

O Instituto Fidedigna (IF) e a Faculdade de Direito de Santa Maria (FADISMA), através do seu Núcleo de Segurança Cidadã (NUSEC), desenvolveram, em 2012, inédita pesquisa aplicada, baseada na realização de um censo junto aos 497 (quatrocentos e noventa e sete) municípios gaúchos, que culminou na formulação do Índice de Municipalização da Segurança Pública (IMUSP). O detalhamento dessa metodologia técnica e científica inovadora pode ser verificado nos dois livros temáticos publicados (“Dossiê do 1º Censo sobre Ações Municipais de Segurança Pública do Rio Grande do Sul”, em 2013, e “Atlas da Municipalização da Segurança Pública do Rio Grande do Sul”, em 2015). Em 2017, serão lançadas outras duas obras sobre o assunto, sendo uma voltada a explicitar o “1º Censo sobre Ações Municipais de Prevenção às Violências do Rio de Janeiro”, em parceria com a Secretaria Estadual de Segurança e Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, e a outra o “2º Censo sobre Ações Municipais de Segurança Pública do Rio Grande do Sul – com ênfase nas Guardas Municipais”, em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Rio Grande do Sul e do Conselho Nacional de Guardas Municipais.

http://www.fadisma.com.br/nucleos/nusec
Agenda Municipal de Segurança Cristã

AGENDA MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ

Os Institutos Fidedigna (RS), Igarapé (RJ) e Sou da Paz (SP) acreditam no papel dos Municípios para controlar, prevenir e reduzir violências e crimes. Pensando nisso, elaboraram, em 2016, a Agenda Municipal de Segurança Cidadã, com Nesse contexto, e com vistas às eleições municipais que ocorrerão em 2016, a Agenda Municipal de Segurança Cidadã, que propõe a estruturação da atuação municipal na prevenção das violências, a partir da sistematização de 4 (quatro) eixos prioritários: Eixo 1: Estabelecimento de estruturas de gestão, financiamento, monitoramento e avaliação da Agenda Municipal de Segurança Cidadã; Eixo 2: Produção e coleta de dados e informações para diagnóstico, monitoramento e avaliação; Eixo 3: Fortalecimento dos fatores de proteção e redução dos fatores de risco de grupos populacionais, áreas geográficas e comportamentos mais suscetíveis à violência e Eixo 4: Orientação das ações da Guarda Municipal para a mediação de conflitos e resolução de problemas.

http://www.ifidedigna.com.br/files/uploads/arquivos/agenda-municipal-seguranca-cidada-eleicoes-municipais-2016.pdf
Instinto de Vida

INSTINTO DE VIDA

O Instituto Fidedigna (IF) é a única organização da Região Sul do Brasil a apoiar a campanha “Instinto de Vida”, aliança latinoamericana criada por importantes organizações da sociedade civil para reduzir pela metade a vitimização letal em dez anos na Região, com base em políticas públicas inovadoras lastreadas em evidências.

https://www.instintodevida.org
Documentário - O Caso do Homem Errado

DOCUMENTÁRIO – O CASO DO HOMEM ERRADO

O documentário longa-metragem “O Caso do Homem Errado” conta a história do jovem operário negro Júlio César de Melo Pinto, que foi executado pela Polícia Militar, nos anos 1980, em Porto Alegre. O crime ganhou notoriedade após a imprensa divulgar fotos de Júlio sendo colocado com vida na viatura e chegar, 37 minutos depois, morto a tiros no hospital. O filme traz o depoimento de Ronaldo Bernardi, o fotógrafo que fez as imagens que tornaram o caso conhecido, da viúva do operário, Juçara Pinto, e de nomes respeitados da luta pelos direitos humanos e do movimento negro no Brasil. Além do caso que dá titulo ao filme, a produção discute ainda as mortes provocadas pela polícia. Trata, ainda, do genocídio da juventude negra devido ao grande número de jovens negros assassinados pelas forças de segurança no País. O documentário foi produzido de maneira independente pela produtora gaúcha Praça de Filmes e contou com equipamentos de última geração. O filme foi dirigido por Camila de Moraes, jornalista gaúcha que vive em Salvador, e contou com o patrocínio do Instituto Fidedigna (IF).

https://www.facebook.com/O-Caso-do-Homem-Errado-J%C3%BAlio-C%C3%A9sar-952113291523780/
Associação da Cultura Hip Hop de Esteio

ASSOCIAÇÃO DA CULTURA HIP HOP DE ESTEIO

O Instituto Fidedigna (IF) apoia a Associação da Cultura Hip Hop de Esteio (ACHE), através do desenvolvimento de projetos e pesquisas aplicadas no campo dos direitos humanos das juventudes.

http://www.ifidedigna.com.br/publicacao/761/instituto-fidedigna-consolida-parceria-com-a-associacao-da-cultura-hip-hop-de-esteio
Palestras

PALESTRAS

Os(as) sócios(as)-diretores(as) do Instituto Fidedigna (IF) realizam palestras, baseadas em evidências técnicas e científicas, em que apresentam os cenários nacional e internacional da gestão integrada das políticas públicas de segurança, de justiça, de direitos humanos e de juventudes; compartilham diretrizes da atuação dos municípios no campo da formulação, da implementação, da avaliação e do monitoramento de políticas públicas de segurança desde o poder local e, ainda, identificam as principais práticas da área no país (e no plano internacional) em face do estabelecimento das condições objetivas para o desenvolvimento de políticas públicas de segurança, a exemplo do papel a ser desempenhado pela Guarda Municipal e demais agências municipais, estaduais e federais de segurança e justiça. Temas: “Segurança Cidadã e Desenvolvimento Humano – Práticas Inovadoras no Campo das Políticas Públicas de Controle e Prevenção das Violências desde as Cidades”; “Da Proteção do Patrimônio à Defesa da Vida: Inovações Institucionais do Estatuto Geral das Guardas Municipais”, entre outras.

http://www.ifidedigna.com.br/contato